Incentivando o Iniciante – Cosplay e Comunidade

Quando eu comecei a fazer cosplay, a comunidade nacional era quase insistente, redes sociais não existiam e a gente tinha que se apoiar nas comunidades locais… Só que eu moro numa cidade pequena e não conhecia pessoas interessadas.
Pouco tempo depois, acabei conhecendo um grupo de nerds na minha cidade e por final fomos num evento de anime.
Foi um grande passo, porque eu pude ver varias pessoas interessadas no mesmo que eu. E fomos aos poucos nos conhecemos.

Não demorou muito para o Orkut surgir e nisso tudo ficou um pouco mais simples.

Mesmo assim era tudo meio precário, principalmente porque eu não tinha renda e muitos materiais não existiam no Brasil

Meu cosplay de Rikku foi feito com o que eu tinha em casa, mas a peruca foi um problema a ser resolvido com muita criatividade. Eu peguei um aplique tosco demais na 25 de março e fiz meu melhor com ele, para que ele e mais a faixa da cabeça fossem o bastante para esconder o meu cabelo rosa choque por baixo.
Ninguém me ensinou isso… eu aprendi na marra. Esse e todos os cosplays que fiz na época foram como um laboratório para mim.

Nunca fiz cosplay por status… Cosplay sempre foi uma forma de me expressar e poder tirar um sorriso das pessoas.
Nessa eu cresci e evolui e a vontade de compartilhar o que aprendi e o que amo também cresceu.

Hoje temos um conceito de super exposição do cosplay e muitos vêem cosplay como forma de fama e poder… o que deturpa demais o conceito de comunidade que eu sempre quis e fiquei tão feliz quando puder compartilhar meu amor por essa forma de arte com as pessoas.

Incentivar pessoas a fazer cosplay é trazer pessoas para compartilhar o sonho e a fantasia com você. Levar o sorriso para todos e poder transportar ele para seu mundo de fantasia.

Abrace um novato e apoiei a comunidade, quanto mais gente fazendo cosplay, mais o cosplay será visto como arte e será respeitado.

Para mim, apoiar a comunidade, ajudar sem pedir nada em troca faz parte do cosplay. Uma criação que cresce e ganha vida própria.

Não sei como seria se eu tivesse começado agora. Será que eu teria toda essa vontade em ajudar ?
Tendo essa questão em mente eu permaneço como exemplo. Tentando transmitir a mensagem mais positiva possível sobre o meio, fazendo as pessoas terem a mesma experiência que eu tive, crescendo o amor delas pela arte do cosplay e apoio na comunidade.

O maior valor em ajudar as pessoas… é o retorno incrível que temos das pessoas incríveis que podemos tocar. Ajudamos elas a entenderem que podem mais do que imaginam, que todos tem a capacidade de criar, e que criar com as próprias mãos trás uma satisfação indescritível

Post criado 35

Um comentário sobre “Incentivando o Iniciante – Cosplay e Comunidade

  1. Minha filha gosta de cosplay e eu até incentivo. Mas ela está em fase de crescimento e o uniforme japonês que compramos agora está pequeno.
    Tem algum lugar para indicar para vendermos ?
    Está novinho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo